Blogueiras de emagrecimento

Nos primórdios de sua criação este blog era focado em emagrecimento, isto é, na tríade reeducação alimentar complementada por exercícios físicos e fortalecimento da autoestima. Hoje em dia só me sinto estimulada a falar do fortalecimento da autoestima, através da superação dos medos. Eu explico o porquê mais adiante.

Escrever sobre dieta e atividade física foi o quê fez o blog ficar “conhecido”, tanto que até me deu um certo medo desta audiência toda. Mas, enfim, esta introdução é só para dizer que eu conheci muitas mulheres blogueiras de emagrecimento de 2012 pra cá. E há um fato constante em quase todos estes blogs: todo mundo que focou mais na dieta e exercícios físicos do que cuidar das suas fragilidades internas através do fortalecimento da autoestima, isto é, a maioria, acabou re-engordando, seja tudo o que eliminou, ou parcialmente (como eu), ou até mais!

E porquê isto aconteceu?

Eu não posso falar por todas, mesmo porque nada que se generalize vai explicar a situação de cada uma. Eu só posso falar do que eu vivi e do que eu vi por aí no relato de outras blogueiras.

Quando você está acima do peso e através da blogosfera encontra um grupo de pessoas com o objetivo comum de emagrecer, a caminhada fica mais estimulante. Você se empolga em dividir suas conquistas e vibra com as conquistas de suas amigas virtuais. É tudo uma grande acolhida porque quando você está bem você ganha aplausos e quando você não está indo bem, você ganha o carinho solidário em forma de palavras motivadoras. No meu caso foi mega-raro receber comentários desagradáveis aqui. Então, ao alcançar o tão sonhado peso, não teve mais os aplausos constantes, nem carinho motivador – você é deixada com você mesma.

Veja bem, eu não estou aqui dizendo que receber carinho e motivação não é legal. Isto é ótimo e muito positivo. O que eu estou dizendo é que DEPENDER destas fontes externas de sustentação emocional não te torna uma pessoa forte em si mesma. E qualquer dependência neste sentido é uma amarra, uma limitação que impede a pessoa de viver sua vida plenamente.

Você percebe isto quando você emagreceu, mas os desafios normais da vida adulta batem à sua porta e você, que não se fortaleceu de si mesmo (e sim dos outros), se vê novamente fragilizada na dependência emocional do outro. E, portanto, se sente desmotivada à seguir sua rotina de alimentação saudável ou malhar “sozinha” (sozinha entre aspas porque a gente sempre tem a gente mesma – nunca estamo sozinhas). Esta dependência emocional do outro, na verdade, pode acontecer em qualquer área de sua vida. Exemplo: você quer fazer um projeto, mas seu companheiro discorda e você não faz porque ele não te apoiou. Isto não é uma situação horrorosa de dependência emocional? É uma coisa horrorosa não sermos capazes de nos auto-apoiarmos, de confiarmos em nós e no nosso potencial!

Veja bem, malhar e comer direito emagrece qualquer um que se disponha a ser disciplinado, mas isto só vai se manter se seu estado emocional estiver bom. Só que o quê a maioria esmagadora de nós faz? Foca só em dieta e exercícios, deixando O PRINCIPAL, nosso fortalecimento emocional, de lado ou sem ser trabalhado com o mesmo suor. Isto porque é infinitamente mais fácil você trabalhar seu bíceps do que trabalhar seus medos.

Existem pessoas que sequer admitem que tem medos. Falam que estão “estressadas”. Oras, estresse é medo. Medo de quê? Não sei, você quem sabe. Eu só sei dos meus medos. Mas estresse é medo sim! Medo de falar o que pensa pro chefe, medo de não conseguir cumprir prazos, medo de perder o amor do companheiro, medo de não estar sendo boa mãe, medo de voltar sozinha do trabalho à noite, medo de perder o emprego ou de não conseguir um, medo de decepcionar, x, y ou z…Gente! A lista é enorme…

Para manter um corpo equilibrado, precisamos de uma mente equilibrada e, só conseguimos isto quando paramos para olhar para o nosso interior e descobrirmos quais são as reais causas das nossas aflições para, então, podermos trabalhá-las. Já se perguntou quais são as crenças negativas que que você tem e que lhe demolem ao invés de lhe fazerem crescer? Quais são as mágoas antigas que lhe corroem e você ainda não largou? Quais são suas preocupações com o futuro que lhe deixam ansiosa? Qual é o modelo de perfeição inatingível que você está traçando para sim? Qual é a pretenção de ser uma maravilha no mundo que você anda nutrindo?… Para se perguntar estas coisas e se responder honestamente requer muito amor para consigo, muito autoperdão. E, equivocadamente, muitas pessoas vêem isto como uma fraqueza, mas é o contrário! Encarar as feridas que passamos anos ignorando ou colocando um band-aid por cima requer muita coragem!

Como ser feliz e satisfeito consigo sem cuidar destas questões? Não dá! Sem nem conhecer nossas negatividades, como vamos nos positivar?

Abre parênteses

Sabe porque o “mundo fitness” não vende esta idéia? Porque não dá pra vender autoestima dentro de uma caixinha, porque não existe barrinha de autovalorização, nem pó mágico seca-medo. É preciso sair desta hipnose de que a solução do seu vazio existencial está num shake de whey pós-crossfit peso-pesado-destrói-articulações, no tratamento criolipogalático abdomenegativius, no suco detox-otariox, … O povo está aí é para transformar sua fragilidade emocional em lucro. Antes de seguir uma “tendência”, pergunte-se se a pessoa que está divulgando esta ideia depende financeiramente de seus patrocinadores ou está lucrando de alguma forma com “presentinhos”. Se está, duvide, e vá se informar com profissionais idôneos, inscritos em suas respectivas especialidades reconhecidas pelos conselhos de classe.

Fecha parênteses

Uma outra questão das blogueiras de emagrecimento é a cobrança. Você blogueira que emagreceu um montão começa a receber muitas visualizações, likes e comentários. E você pira o cabeção. Você começa a se sentir obrigada (e nada pior que obrigação nesta vida!); obrigada a se manter na linha, a ser perfeita, a ser exemplo, a não decepcionar os outros, aqueles “tem que, tem que, tem que” da mente em delírio ….daí é o fim! Esta neura te deixa ansiosa e isto gera o quê? Fome emocional. Aquela fome que não é estômago roncando, mas sim aquela sensação desagradável de aperto no peito que só pode ser “curada” por um doce ou uma batata frita do McDonald’s, sabe? E isso não falo nem só por mim. As blogueiras de emagrecimento HONESTAS falam disto abertamente, não sem muita vergonha, porque, afinal, a gente se cobra tanto, que quase vira um crime passível de cadeia, a gente ter re-engordado! Digo blogueiras honestas porque tem gente aí, sabe, que vive postando foto sarada antiga no Facebook quando na atualidade engordou e se esconde das mídias sociais em tempo real tipo Snapchat (e tá cheio de otário acreditando nestas mentiras). Mas isto aí é com cada um…. Enfim! … O fato é que exige muita coragem admitir que a gente retornou aos velhos hábitos porque, por algum motivo, se fragilizou novamente: não soube aceitar um revés da vida, ou não soube se adaptar à mudanças, à perdas, à não conseguir algo que queria muito etc… Como eu disse antes, emagreceu, mas não curou o principal – A FRAGILIDADE EMOCIONAL.

E é por isto que eu me senti estimulada tirar a cortina deste elefante branco que é conversarmos sobre nossos medos e fragilidades e trocarmos ideias sobre como podemos vencermos a nós mesmos nesta batalha invisível que é reformular-se interiormente.

Abraços!

11 thoughts on “Blogueiras de emagrecimento

  1. Oi linda! Saudades!
    Precisando mesmo lidar e enfrentar meus medos, precisando de cura intetior.
    Não te encontrei mais no facebook e instagram. Sentindo sua falta.

  2. Tudo verdade Carlinha, ótima reflexão! Estou muito feliz de ter te encontrado de novo, adoro os seus textos!! Bjo grande!

  3. Carlinha, que saudade, nem acredito que te achei! Escrevi uma mensagem antes dessa mas acho que apaguei antes de enviar…Bjo lindona, eu adoro seus posts, e vê se nao some!

  4. Oi Eli! Tudo bem? No instagram você me acha como carlamotavet (no facebook também). A conta e fechada mais me adiciona lá que eu aceito. Eu não apareço muito por lá, mas no snapchat estou quase todo dia: é como um blog ao vivo rs Lá meu nome de usuário é carlapancha.
    Beijocas!

  5. Oi Queridona! A gente fica mesmo com saudade umas das outras! Há quanto tempo! Um super abraço! ;)

  6. Em breve vou estar com mais tempo e aparecerei mais por aqui. Mas se quiser me ver diariamente stou no snapchat carlapancha. Beijo enorme!

  7. Oi queridaaaaaa…. hoje assim por acaso resolvi dar uma olhada no meu único post do blog que continua la e tive a grata surpresa de ter um comentário teu. Adorei vir aqui e ter lido teu texto. Estava precisando dele hoje… Concordo com o que vc escreve. O emocional é mesmo quem nos comanda. Trabalhar o equilíbrio dessas nossas emoções é que vai fazer com que consigamos manter nosso foco e nosso objetivo. Esse efeito sanfona só terá um fim quando conseguirmos vencer nossos medos…..Auto estima, valorização é uma construção diária. Não existe fórmula mágica e nem receita pronta. Cada um precisa encontrar o seu equilíbrio interior. Parar de mentir pra nós mesmas…(nada fácil admitir que não somos aquilo que “achamos” que somos). Então, até fiz um blog novo pra recomeçar….mas não escrevi nada la. Como vc disse, falar sobre emagrecimento é complicado. O que eu queria era fazer um blog, tipo tudo junto e misturado…falar sobre qualquer coisa… taí, quem sabe volto… meu novo blog: vidasaudaveleuquero.blogspot.com não tem nada la ainda. Mas vou voltar. Hoje mesmo vou escrever meu primeiro post depois de muito tempo…….

    Tenho grande carinho por vc, sempre gostei de ler o que escreve. Me faz pensar, gosto disso!!

    Um beijão e fica bem…..bom te ver…

  8. Que sintonia a nossa! Fico feliz de nos re-encontrarmos e assim podermos trocar nossas experiências. Você também já me ajudou muito! Vou lá ver seu blog novo. Volte à ativa sim. Pelo menos uma leitora assídua, já tem!
    Um grande beijo!!! <3

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s